Como andar de carro pela Europa!!!

logo2Hoje vou postar um post dos meus amigos do site Viagens e Vivências.

Eles fizeram um Road Trip pela Europa e o relato deles e as dicas são maravilhosas e todos que pretendem fazer isso precisam ler esse maravilhoso texto deles…
Eles explicam como alugar carro, o que precisa para alugar carro, algumas regras sobre selo-pedágio, estacionamento, como sair e entrar em outro País…. Um post perfeito…. confira logo a baixo….
Se pretende alugar carros na Europa ou em qualquer outro lugar temos cupons de desconto para aluguel de carros, hotéis, e shows : Clique aqui para ver os cupons.

Recentemente, fizemos nossa primeira Road Trip pela Europa, passando por três países: Áustria, Alemanha e República Tcheca, o que foi excepcional!


Sempre realizamos road trip (viagem de carro) pelo Canadá e Estados Unidos, e sempre deu muito certo! Mas ouvimos alguns comentários de que para a Europa não valia a pena, pois os hotéis não dispõem de estacionamentos, e os das ruas são caríssimos! Bem, não tivemos qualquer problema durante nossa road trip, e daremos todas nossas dicas aqui!

– Sobre a Carteira Internacional de Habilitação (Permissão Internacional para Dirigir – PID):


Tiramos nossa PID há bastante tempo, quando começamos a fazer Road Trip pelos Estados Unidos, e ainda não tínhamos certeza da exigência ou não. E por incrível que pareça, de todos os lugares que já alugamos carro no exterior, os dois únicos lugares que nos exigiram foi em Chicago e Seattle (EUA). Talvez por não serem lugares tão turísticos, como Orlando, Miami ou Califórnia. 


Na Europa, alugamos carro em Viena, na Áustria, e lá também não foi exigida. Entretanto, em que pese viajantes experientes dizerem que eles vão te alugar um carro, mesmo se você não tiver a PID, eu prefiro não passar por isto. Então, a minha recomendação e que você tenha esta Carteira Internacional, já que o processo de locação fica bem mais fácil! Lembrando que não vale apresentar só a PID, a CNH também deve ser apresentada.
Para retirá-la (PID), só consultar o site do Detran da sua cidade.
– Como organizar uma road trip?
É interessante alugar e devolver o carro na mesma cidade, já que quando é em outras cidades e até em outros países, há um aumento significante no valor total da locação (e há taxa de devolução em outro país). Então, optamos por alugar em Viena, e devolver também em Viena.
E partindo deste ponto, fizemos um circulo, o que ficou mais ou menos assim (Viena, Salzburg, Hallstatt, Munique, Fussen, Landsberg, Praga, Cesky Krumlov e Viena):
– Selo-Pedágio:
O Selo-Pedágio (Vignette, ou em alemão, VignettenVerkauf) é exigido em alguns países do Leste Europeu (no nosso caso, tanto a Áustria quanto a República Tcheca – ou República Checa – exigem), que deve ser adquirido na fronteira de cada país, em Postos de Gasolina. Geralmente, a própria agência de locação já inclui os valores do selo em seu contrato. Entretanto, é bom verificar se estes selos já estão pagos e fixados no vidro do carro. No documento do carro, virá o documento referente ao Selo-Pedágio, cujo qual deverá ser apresentado para o Policial que o exigir.
O valor destes selos não chega a 10 Euros para 7 ou 10 dias, que é um valor irrisório comparado com o valor que se paga de multa pela não utilização (em torno de 110 Euros).
Consulte a agência de locação de veículos, se os países que você dirigirá exigem este selo. E para não ter dúvida, pare no primeiro Posto de Combustível depois da Fronteira, e consulte novamente a necessidade ou não (rsss). Na Alemanha não é necessário.
– Estacionamentos:
A primeira regra que se deve ter é de que em cidades grandes sempre vale a pena deixar o carro no hotel, e ir de metrô para a área central, ou até mesmo caminhando, dependendo da distância.
Quando pesquisamos os hotéis, incluímos na pesquisa a necessidade de estacionamento, e assim, a pesquisa fornecia somente hotéis com estacionamento. O ideal é que seja estacionamento gratuito, mas se não tiver, geralmente custa em torno de 8 a 15 Euros, a diária.
Em Salzburg, o Hotel possuía estacionamento, mas custava 13,50 Euros por dia. Consultamos o recepcionista do Hotel se poderíamos parar na rua, ele informou que a noite era livre, mas durante o dia, a partir das 9h era pago.
É sempre bom consultar os locais para estacionar o veículo, vez que alguns deles só é permitido para moradores da região, ou veículos que tenham adesivos como Zona 4, etc.
Em vários pontos você encontrará uma máquina como abaixo, onde você pagará pelo ticket de estacionamento. Você pode escolher o idioma, e então, colocar as moedinhas pelo tempo que desejar (observando o tempo limite do local). Imprimir o ticket, e colocá-lo em local visível do painel de seu veículo.
 A Fronteira entre os países:
Alguns países da União Européia assinaram o Tratado de Schengen, que permite a livre circulação de indivíduos entre as fronteiras. Entretanto, isso não significa que é uma “porteira aberta”. Os países tem o direito de verificar seu passaporte a qualquer momento, e caso esteja regular, você terá livre acesso aquele país. Caso contrário, não.
Conforme a foto abaixo, você percebe que cruzou a fronteira do país quando vê uma placa como essa.
                                                                   Fronteira República Tcheca com Áustria.
Dicas gerais:
– As estradas são, na grande maioria, excelentes! Alguns pouquíssimos trechos são remendados. Mas tudo muito bem sinalizado, e com as paisagens mais lindas que se possa imaginar. Também tem as áreas de descanso, como nos Estados Unidos (Rest Area). Inclui banheiros, telefones, alguns lanchinhos, e algumas delas até com chuveiro (pago) e WiFi.
– Para uso dos banheiros, geralmente é cobrada uma taxa de 0,50 Euros.
– É você mesmo quem abastece seu veículo no Posto de Gasolina. Então, é só observar o número da bomba, e dirigir-se ao caixa da loja. Informe o número e pague o valor indicado na bomba.
– Antes da viagem, é bom consultar algumas palavras básicas no idioma do país, para não ficar perdido.
– Sempre cheque a quantidade de combustível, e não deixe próximo a reserva. Os postos de gasolina costumam ser distantes um do outro, e alguns trechos (estrada secundárias), caminhamos por bastante tempo até visualizar um posto.
– Os limites de velocidade são sempre indicados, a maioria entre 50km/h, 90km/h, 100km/h, 110km/h ou 130km/h. E diferente do que imaginávamos, que por toda a Alemanha não existia limite de velocidade, existe sim. A Autobahn não possuem limite de velocidade, mas alguns trechos, especialmente os urbanos, conta com o apontamento da velocidade máxima.
– É interessante que nestas pistas de alta velocidade na Alemanha não existe a piscadinha de farol para ceder a pista. O condutor apenas liga o alerta, para mostrar que está em alta velocidade. Vimos pouquíssimos carros em velocidade superior que a normal (e diga-se bem superior!!!!).,
– Como nos Estados Unidos, a questão de atenção ao pedestre é muito respeitada. Deve-se observar a travessia do mesmos, já que, se algum pedestre colocar o pé na faixa para atravessar a via, o veículo que estiver trafegando deve parar imediatamente.
– Não deixe de observar as regras básicas de direção, inclusive de sinal vermelho e amarelo, use o cinto de segurança sempre, obedeça o limite de velocidade, e observe a questão de cadeirinha para crianças, pois na Europa o cumprimento das normas de trânsito é muito rígido.
– Caso você seja multado, saiba que te exigiram o pagamento naquele momento. Sob pena de apreensão dos passaportes.
– Na Alemanha e Áustria, você verá muito a placa AUSFAHRT, que significa saída.
– Para saber sobre a violação de normas e penalidades na Alemanha, acesse aqui.
Alugamos carro pela Europcar, acesse o link aqui.
Por fim, seguem algumas fotos das estradas que encontramos pelo caminho.
                                                                         Austria
 
                                                                                              Austria
                                                                     Austria
                                                                                            Alemanha
                                                                                            Alemanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *