O que Fazer em Veneza -Melhores Pontos Turísticos de Veneza

Depois de ter lido nossas principais dicas para programar sua viagem para Veneza, chegou a hora de montar seu roteiro de viagem e colocar tudo que você quer conhecer. Caso ainda não conferiu, vamos deixar o post aqui para leitura: Dicas de Veneza – Informações de Como Organizar sua Viagem

Dividida em 6 bairros (sestieri), a terra di Casanova é cheia de museus, igrejas, pontes com vistas incríveis e pontos de interesse histórico.

Ao locais mais importantes, sob o ponto de vista turístico, se concentram no centro histórico de Veneza, principalmente na Praça San Marco.

Abaixo, segue uma lista sobre o que você pode visitar em Veneza, uma espécie de “etapas obrigatórias” do seu itinerário.Não deixe de conferir no final desse post vários descontos para sua viagem!


O que Fazer em Veneza

1 – Percorrer as belezas do Grande Canal

O que mais caracteriza Veneza são seus canais, que atravessam a cidade como ruas. O maior deles é o Grande Canal, que divide a cidade em duas, com seus quatro quilômetros de extensão.

Para aqueles que preferem caminhar, o Grande Canal pode ser percorrido a pé através destas quatro pontes:

  • Ponte de Rialto: É a ponte mais fascinante e também a mais antiga de Veneza.
  • Ponte dell’Accademia: Originalmente em ferro, em 1854 foi construída em madeira.
  • Ponte degli Scalzi: Também chamado de “Ponte della Stazione” e “Ponte della Ferrovia”, devido à sua proximidade com a estação de Santa Lucia.
  • Ponte della Costituzione: A ponte mais moderna de Veneza, projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, conecta a Piazzale Roma à Estação Santa Lucia.

Outra opção (bem mais romântica) é usar o vaporetto, que corre ao longo do Grande Canal alternando suas paradas nas duas margens, permitindo uma visão agradável dos edifícios extraordinários que o cercam.

A melhor linha de vaporettopara percorrer o Grande Canal é a nº 1. Durante a viagem, você pode ver o Palazzo Ca ‘d’Oro, a Gallerie dell’Accademia, o Palazzo Ca’ Rezzonico, a Igreja de Santa Maria da Saúde ou a famosa Ponte Rialto.

2 – Ponte de Rialto

A ponte de Rialto é a mais antiga das quatro pontes situadas no Grande Canal. É famosa tanto por sua arquitetura quanto por sua história. Durante anos, foi o centro econômico mais importante de Veneza.

Construída entre 1588 e 1591 e projetada pelo arquiteto Antonio da Ponte, a Ponte de Rialto substituiu a estrutura de madeira anterior, desabou duas vezes e queimou em diversas ocasiões. Sua estrutura é semelhante às pontes anteriores e consiste em duas rampas inclinadas unidas por um pórtico no centro.

Qualquer hora é boa para visitar a Ponte Rialto! Lá, você pode tentar tirar fotos, entre os muitos turistas que estão tentando fazer o mesmo.

 

3 – Mercado Rialto

Depois de cruzar a ponte, você chegará ao Mercado Rialto, um lugar colorido que vende frutas e legumes. O mercado abre todos os dias, das 9 às 12 da manhã, no Campo de la Pescaria.

Algumas curiosidades: Desde 1097 existe um mercado neste lugar. O nome Rialto deriva de “Rivus altus”, que em italiano significa “canal profundo”, indicando que é uma área livre de inundações. Em 1514, um incêndio destruiu Rialto e, portanto, a maioria de seus edifícios remonta ao século XVI. As ruas que fazem fronteira com o mercado têm os nomes das corporações que ocuparam a área.

 

4- Piazza San Marco

Piazza San Marcoé o coração de Veneza. Tem 180 metros de comprimento e 70 metros de largura e é a única praça em Veneza, uma vez que a cidade tem apenas campos e uma grande praça, a Piazzale Roma.

San Marco é uma das praças mais fascinantes do mundo, tanto que Napoleão Bonaparte a chamou de “o mais belo salão da Europa”. Foi construída no século IX e pavimentado em 1.177, 100 anos após a sua construção.

Por ser a área mais baixa de Veneza, é o primeiro local inundado com a “água alta”. Nestes casos, a Prefeitura de Veneza instala passarelas que permitem o trânsito regular de pedestres. Se você tiver sorte (ou azar, dependendo do seu gosto), verá a praça cheia de água.

Os edifícios mais importantes da praça são a Basílica de San Marco, o Palazzo Ducale, o Museu Correr, o Campanário e a Torre do Relógio.

Na sacada superior da Torre do Relógio, em estilo renascentista, duas estátuas de bronze sinalizam a mudança das horas. Um espetáculo imperdível.

As Colunas de São Marco e São Teodoro são elementos arquitetônicos de grande valor artístico, que estão localizados na entrada da praça no Grande Canal. Elas foram erguidas, em granito, em 1172, no local onde as execuções das penas de morte foram realizadas.

Um detalhe muito importante: na Piazza San Marco é proibido consumir comida e bebida, jogar lixo no chão e alimentar os pombos. Se você quiser comer na rua, pode parar no antigo Royal Gardens, no Grande Canal.

Localização: Distrito de San Marco, centro histórico de Veneza. Píers do vaporetto: San Zaccaria ou San Marco. Linhas nº 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN.

 

5 – Torre do Relógio

A Torre Mourisca, conhecida como a “torre do relógio” é um dos monumentos arquitetônicos mais famosos e originais de Veneza. A torre foi colocada como um arco triunfal no início da mais importante rua comercial da cidade, a famosa “antiga Mercearia”.

Seu grande relógio astronômico, obra-prima de engenharia e técnica, é um elemento que distingue a cidade de Veneza há quinhentos anos, marcando o passar do tempo.

A visita guiada, que dura cerca de 1 hora, começa subindo os cinco andares da torre. Depois dos primeiros degraus de pedra, se alcança um quarto não muito grande, onde será explicada a história da Torre e o funcionamento da complicada máquina que move o relógio. Subindo mais um lance da escada chega-se na sala das estátuas de madeira dos Reis Magos e do Anjo, de onde, nos dias da Epifania e da Festa da Ascensão, as estátuas saem em “procissão”.

Atenção: Os espaços internos da Torre são muito pequenos e se desenvolvem em vários andares conectados por escadas íngremes e estreitas: portanto, não são acessíveis para aqueles com problemas de locomoção e não são recomendados para aqueles que sofrem de claustrofobia, tontura, distúrbios cardio -respiratori. Eles também não são adequados para mulheres grávidas. Também é vedado aos menores de 6 anos.

*Horários: Entrada apenas por reserva e com um guia especializado, nas seguintes línguas:

  • Inglês: Todos os dias, das 13h às 16h;
  • Italiano: De segunda a quarta-feira, 10h e 11h, e de quinta a domingo: 14h e 15h;
  • Francês: De Segunda a quarta-feira: 14h e 15h; de quinta-feira a domingo: 11h e 12h

Fechado em 25 de dezembro, 1º de janeiro. A entrada é permitida a partir de 6 anos.

O ponto de encontro para a saída da visita é a bilheteria do Museu Correr, sendo necessário chegar 5 minutos antes do horário de visita reservado.

*Preços:

  • € 12,00: Adultos;
  • € 7,00: Alunos entre 15 e 25 anos e maiores de 65 anos, portadores de bilhetes para os Museus da Piazza San Marco ou o Museu Pass; portadores de bilhetes dos Itinerários Secretos no Palácio dos Doges.

*Localização: Na Piazza San Marco. Píer do vaporettoSan Zaccaria ou San Marco. Linhas nº 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN.

 

6 – Museus da Piazza San Marco

Na Piazza San Marco, há alguns dos espaços de exposição mais importantes da cidade: o Palazzo Ducale,o Museu Correr, o Museu Arqueológico e as Salas Monumental da Biblioteca Nacional Marciana.

Com a compra do bilhete único integrado, você pode visitar estes quatro museus, cujas localizações fazem parte do itinerário da exposição dos “Museus da Piazza San Marco”.

*Preços:

  • € 20,00: Adultos;
  • € 13,00: Alunos entre 15 e 25 anos e maiores de 65 anos;
  • € 10,00: Rolling Venice Card;
  • Entrada gratuita: Crianças dos 0 aos 5 anos.

 

7 – Palazzo Ducale

O Palazzo Ducale (Palácio do Doge) é um esplêndido palácio veneziano localizado na Piazza San Marco. No século IX, o Palazzo Ducaleera um castelo, reconstruído devido a um incêndio e usado como prisão.

O edifício, de extraordinária beleza, apresenta elementos arquitetônicos bizantinos, góticos e renascentistas. No interior existem várias obras de Tiziano, Tintoretto e Bellini.

Por mais de mil anos, 120 doges dirigiram o destino de Veneza do Palazzo Ducale. Doge, era o título dos governantes eleitos das antigas repúblicas de Veneza (697-1797) e Gênova (1339-1797 e 1802-1805) que exercia um poder quase absoluto. O nome doge provém da palavra latina dux, que significa chefe. Os doges de Veneza eram eleitos, para toda a vida, entre os membros das famílias mais ricas e poderosas. O dogado foi extinto em 1797, quando Napoleão aboliu a República de Veneza.

Visitando Palácio do Doge, depois de atravessar a Scala d’Oro(uma escadaria de ouro que leva ao segundo andar), você visitará os salões dos doges e das votações, do arsenal, os pátios e a prisão.

No apartamento do Doge, os quartos são decorados de maneira extraordinária. Aqui se encontram obras de artistas famosos que ilustram a história de Veneza.

Continuando a visita, chega-se à Sala del Maggior Consiglio, onde mais de mil pessoas votaram pelo destino da “Sereníssima” (República de Veneza). Nesta sala há a pintira chamada “Il Paradiso” de Tintoretto, a maior do mundo no seu estilo.

A visita termina na alla da prisão, de onde o famoso prisioneiro Casanova fugiu, em 1756.

Uma curiosidade: no Palácio dos Doges há também a Boca do Leão, uma espécie de caixa de correio, onde no passado era possível denunciar as ações ilegais dos cidadãos.

  • “Itinerário Secreto”:

Também é possível percorrer itinerários especiais como o “Itinerário Secreto”, que permite entrar no Salão das Três Cabeças dos Inquisidores do Estado, os escritórios do Conselho dos Dez e a Sala del Tormento, utilizada como local de tortura, em desuso desde o século XVII. Interessantes são os quartos da Cancellaria Superiore, destinado aos secretários, membros da classe média real e da nobreza. Você ainda pode visitar o Pozzi e o Piombi, as famosas prisões.

É possível fazer essa visita guiada mediante reserva, com um mínimo de 2 pessoas, e um máximo de 25, em inglês, francês e italiano. O tour dura cerca de 1h15min, em horários diferentes.

No final da visita, é possível continuar na rota normal do Palazzo Ducale, sem custo adicional.

Atenção: Em razão dos espaços físicos a serem percorridos dentro do palácio, esse passeio não é disponível para pessoas com problemas motoros e não é aconselhável para quem sofre de claustrofobia, tonturas e distúrbios cardio-respiratórios, bem como mulheres grávidas. A entrada é permitida a partir de 6 anos de idade.

  • A Ponte dos Suspiros:

A visita também inclui a famosa Ponte dos Suspiros, que, construída no século XVII em estilo barroco, dá acesso à prisão. O nome da ponte deriva do fato de ter sido atravessada pelos condenados à morte, que suspiraram e observaram a Lagoa de Veneza de suas janelas pela última vez.

*Horários de abertura:

De 1º de abril a 31 de outubro, das 08h30 h às 19h (entrada permitida até as 18h), de 1 de novembro a 31 de março 8h30 às 17h30 (entrada permitida até às 16h30). 25 de dezembro e 1 de janeiro, consultar o site do museo.

*Localização: Na Piazza San Marco. Píer do vaporettoSan Zaccaria ou San Marco. Linhas nº 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN.

 

 

 8 – Museu Correr

É um dos museus mais importantes de Veneza. Com suas pinturas e esculturas conta a história de Veneza, desde a sua fundação até a anexação ao Reino da Itália no século XIX.

Desde 1922 a coleção de obras é sediada na Piazza San Marco, nos espaços da Ala Napoleonicae em parte da Procuratie Nuove. O início da criação da ala napoleônica remonta aos anos em que Veneza fazia parte do Reino da Itália (1806-1814), de que Napoleão era o soberano.

Desde 2012, foram reabertas e devolvidas ao público as salas que eram reservadas à Princesa Sissi nos Apartamentos Imperiais da Áustria do Palácio Real de Veneza, na Piazza San Marco, após uma exigente restauração de nove ambientes extraordinários. Lá é possível ver a Ala Napoleônica, com sua dupla fachada monumental, o evocativo pórtico da Ascensão, onde se encontra a entrada do museu, e o rico salão de baile.

O museu preserva ainda um importante núcleo de desenhos e esculturas de Canova.

*Horários de abertura:

De 1 de novembro a 31 de março, das 10h ás 17h (última entrada às16h) e de 1 de abril a 31 de outubro, das 10h às 19h (última entrada às 18h).

*Localização: Piazza San Marco, n. 52. Píers do vaporettoSan Zaccaria– linhas nº 6, 14, 41, 42, 51, 52, N e LN ou San Marco– linhas nº 1 e 2.

 

 

9 – Museu Arqueológico de Veneza

O Museu Arqueológico de Veneza exibe um grande número de esculturas em mármore e bronze. A coleção do museu vem das doações de várias famílias venezianas, como a Grimani.

Além das inúmeras esculturas gregas, inclui fragmentos arquitetônicos e esculturais romanos, epígrafes, mármores e bustos, bronzes, cerâmica, jóias, objetos etruscos, egípcios, mesopotâmicos e romanos, pedras preciosas, marfins e uma coleção numismática (com moedas republicanas do século I século aC).

*Horários de abertura:

Verão: das 10h às 19h, com a última entrada e fechamento das bilheterias às 18h e saída a partir das 18h45.

Inverno: das 10h às 17h, com a última entrada e fechamento da bilheteria às 16h e saída às 15h45.

A bilheteria e a entrada estão localizadas na Ala Napoleônica do Museu Correr, exceto em eventos especiais.

*Localização: Na Piazza San Marco, nº 17/52. Píers do vaporettoSan Zaccaria– linhas nº 6, 14, 41, 42, 51, 52, N e LN ou San Marco– linhas nº 1 e 2.

 

10 – Biblioteca Nacional Marciana

O acesso à Biblioteca Marciana permite que você visite parte do extraordinário edifício projetado por Jacopo Sansovino e completado por Vincenzo Scamozzi. Há apenas duas salas abertas ao público, incluindo a grande Sala della Libreria, criada para preservar os tesouros da República, onde estão as preciosas obras de Ticiano, Veronese e Tintoretto.

O patrimônio bibliotecário pode ser consultado nas salas de leitura da biblioteca para estudo (Piazza S. Marco nº 7, 30124 Venezia).

*Localização: Piazza San Marco, nº 13a. O acesso aos salões monumentais ocorre na entrada do Museu Correr (Piazza San Marco, Ala Napoleônica). Píers do vaporettoSan Zaccaria– linhas nº 6, 14, 41, 42, 51, 52, N e LN ou San Marco– linhas nº 1 e 2.

 

11 – Torre do Campanário de San Marco

A torre está localizada na Piazza San Marco e é a torre do sino da Basílica de San Marco. Com 98,5 metros de altura, é o edifício mais alto da cidade e oferece vistas espetaculares da Sereníssima.

No passado, a torre era usada como um farol para os navios, além de ter a função atual de campanário. Depois de vários trabalhos de restauração, em 1515 assumiu a aparência que tem hoje. Em 1902 a torre desmoronou por causa de uma grande fenda na estrutura e, dez anos depois, foi reconstruída de forma fiel ao original.

Porém, nem todos podiam visitá-la. Somente algumas pessoas tinham a permissão de entrar no Campanário, como Galileo Galileique usou a torre como um “observatório” para o estudo do céu e, na torre do sino, o eminente cientista apresentou seu telescópio em 1609.

Do alto do Campanile você pode ver os melhores pontos de interesse na lagoa: a Basílica de San Marco, a Igrejadella Salutee, se o tempo estiver favorável, as ilhas próximas, como Murano.

*Horários:

De 1º a 27 de outubro: das 9h30 às 18h00 (última entrada às 17h45), de 28 de outubro a 31 de março: das 9h30 às 16h45 (última entrada às 16h30), de 8 a 19 de janeiro: fechamento devido a trabalhos de manutenção, de 1º a 15 de abril: das 9h às 17h30 (última entrada às 16h45) e de 16 de Abril a 30 de Setembro: das 8h30 às 21h (última entrada às 20h45).

Em caso de condições climáticas desfavoráveis (nevoeiro, vento forte, frio intenso) o Campanário será fechado.

*Preços:

  • € 8,00: Adultos;
  • € 4,00: apenas para grupos com mais de 25 pessoas.

*Localização::Piazza San Marco. Píers do vaporetto: San Zaccaria ou San Marco. Linhas nº 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN.

 

12 – Edifício Ca ‘Rezzonico

O Ca ‘Rezzonicoé um dos prédios mais importantes de Veneza e um dos poucos que podem ser visitados. Está localizado ao longo do Grande Canal, no distrito de Dorsoduro.

Foi construído no século XVII, projetado por Baldassare Longhena, o arquiteto da família Bon. Mais tarde, o palácio foi comprado pela família Rezzonico e restaurado por Giorgio Massari. No século XVIII, seu habitante mais ilustre foi o Papa Clemente XIII.

Abriga o “Museo del Settecento Veneziano”, um espaço de exposição em três andares, exibindo vários tipos de objetos, mostrando o estilo de vida suntuoso dos nobres que viviam lá.

Dentro, é possível visitar a excepcional farmácia do século XVIII – “Ai do San Marco”, que até 1909 existia no campo de San Stin, e o teatro de fantoches. Uma ponte de madeira recentemente reconstruída permite o acesso ao edifício pela água ao lado do píer chamado Ca’Rezzonico.

*Horário:

De 1 de novembro a 31 de março, das 10h às 17h (bilheteria: 10h às 16h) de 1 de abril a 31 de outubro das 10h às 18h (bilheteria: 10h às 17h). Em 25/12 e 01/01, aberto das 11h às 17h. Fechado terças-feiras.

*Preços:

  • € 10,00: Adultos;
  • € 7,50: Crianças (entre 6 e14 anos), estudantes (entre 15 e 25 anos), maiores de 65 anos, portadores do Rolling CardVeneza e do ISIC – International Student Identity Card.
  • Gratuito para crianças menores de 5 anos;
  • € 4,00 / € 6,00: Audioguia, respectivamente, para 1 pessoa ou 2 pessoas (disponível apenas na bilheteria).

*Localização: Fondamenta Rezzonico, nº 3136 – Dorsoduro. Píer do vaporetto: Ca ‘Rezzonico. Linha nº 1.

 

13 – Gallerie dell’Accademia

As Galerias da Academia (Gallerie dell’Accademia) são consideradas uma das mais ricas galerias de arte do mundo. E sem dúvida, é uma visita fundamental para os amantes da arte.

As coleções do museu estão em exibição em três edifícios: na Scuola Grande di Santa Maria della Carita, na igreja homônima e no Mosteiro dos Canonici Lateranensi.

A Galeria também preserva um grupo precioso de desenhos de Leonardo da Vinci, que por razões de preservação, são visíveis ao público somente durante as exposições.

*Horários:

Segunda-feira das 8h15 às 14,00 (última entrada às 13h15), de terça a domingo das 8h15 às 19h15 (última entrada às18h30). Fechado nas segundas à tarde, 1º de janeiro, 1º de Maio e 25 de Dezembro.

*Preços:

  • € 9,00: Inteiro (€ 11,00 para a exposição de 800 desenhos e 900);
  • € 6,00: Reduzido (€ 8,00 para a exposição de 800 desenhos e 900) –  estudantes da U.E. entre 18 e25 anos, com identificação, e professores.

*Localização: Campo della Carità, nº 1050 – Dorsoduro. Píer do vaporetto: Accademia– linhas nº 1, 2 e N.

 

14 – Scuola Grande di San Rocco

Pode-se dizer que a Scuola Grande di San Rocco é, para Veneza, o que a Capela Sistina é para Roma. É um dos mais importantes edifícios venezianos. Sua construção remonta ao início do século XVI.

O Scuola Grande di San Rocco é uma confraternidade de leigos fundada em 1478, com três salas abertas ao público, duas grandes e uma pequena. O pintor Tintoretto pintou afrescos suas paredes e telhados por mais de 24 anos (de 1564 a 1588).

Na sala inferior, existem pinturas da vida da Virgem Maria. Já na sala superior, as pinturas ilustram histórias do Antigo e do Novo Testamento.

Igreja de San Rocco

Na mesma praça da Scuola di San Roccoexiste a igreja homônima. A entrada é gratuita e tem o mesmo horário da escola.

*Horários:

Das 09h30 às17h30. A bilheteria fecha às 17h. Fechamento no Ano Novo e Natal. Na véspera de Ano Novo, na Páscoa e no Natal, a igreja funciona das 9h30 às 12h30.

*Preços:

  • € 10,00: Inteiro;
  • € 8,00: Reduzido (pessoas até os 26 anos, mais de 65 anos e para grupos com pelo menos 20 pessoas acompanhante);
  • € 2,00: Igreja;
  • Entrada gratuita para menores acompanhados por pelo menos um dos pais e deficientes.

*Localização: Campo San Rocco, nº 3052 – San Polo. Píer do vaporetto: S. Tomá. Linhas nº 1, 2 e “N”.

 

15 – Edifício Ca’ d’Oro

Esse é sem dúvida um dos mais conhecidos cartões postais de Veneza. Conhecido como a “Casa Dourada”, a construção do Ca’ d’Oro começou em meados do século XV, num estilo que combina elementos gótico e renascentista, e sua fachada foi originalmente decorada com painéis de ouro.

O edifício abriga a Galeria Giorgio Franchetti, uma coleção criada com a aquisição de peças do Barão Franchetti, no final do século XIX.

O museu é composto de cerca de 6.000 moedas e medalhas, mas apenas cem estão expostas. Há também cinco mil fragmentos cerâmicos, oitenta selos, cinquenta pinturas flamengas da Galeria dell’Accademia, vinte pinturas pertencentes à coleção Franchetti e 15 pinturas da escola toscana, algumas obras de tapeçaria.

*Horários:

  • Primeiro andar:  Segunda-feira, das 8h15 às 14h, e de terça a domingo, das 08h15 às 19h15;
  • Segundo andar: Segunda-feira, das 10h às 14h, e de terça a domingo, das 10h às 18h.

Fechado em 1º de janeiro, 25 de dezembro e 1º de maio.

Dica:Uma vantagem para visitar este museu é que é o mesmo bilhete para a Galeria Accademia e o Museu Oriental e, portanto, tem um preço acessível.

*Preços:

  • € 11,00: Inteiro. Bilhete especial com fechamento do segundo andar: € 7,00;
  • € 5,50: Reduzido (pessoas entre os 18 e 25 anos). Bilhete especial com fechamento do segundo andar: € 3,50.
  • € 1,50: Compras on-line;
  • Gratuito: Crianças menores de 18 anos e no primeiro domingo de cada mês para todos.
  • € 4,00: Audioguia (italiano, inglês, francês, alemão, japonês e espanhol).

*Localização:  Cannaregio, nº 3932 (Strada Nuova). Píer do vaporetto: Ca ‘d’Oro. Linhas nº 1 e “N”.

 

16 – Edifício Ca ‘Pesaro

Localizado no bairro de Santa Croce, o prestigioso edifício barroco Ca ‘Pesaro com vista para o Grande Canal é um dos palácios mais representativos do barroco veneziano.

O Ca ‘Pesaro foi construído na segunda metade do século XVII, encomendado pela família Pesaro, e em 1902 foi então doado para a cidade de Veneza pela Duquesa Felicita Bevilacqua La Masa. Uma das áreas mais espetaculares do complexo arquitetônico é seu enorme átrio.

O edifício é dividido em três andares e preserva excelentes afrescos de mestres da pintura, como Bambini, Pittoni, Crosato, Trevisani e Brusaferro. O afresco mais famoso é o “Zefiro e Flora”, de Tiepolo.

O Ca ‘Pesaro abriga ainda a Galeria Internacional de Arte Moderna, que contém, além de obras-primas do século XX, dentre os quais obras de Klimt e Chagall, uma coleção dos trabalhos venezianos do século XIX além de uma rica seleção de obras de artistas italianos.

O segundo andar, é o lar de exposições temporárias, e no terceiro andar está situado o Museu de Arte Oriental.

 

*Horários:

De 1º de novembro a 31 de março, das 10h às 17h (bilheteria das 10 h às 16h), de 1º de abril a 31 de outubro, das 10h às 18h (bilheteria das10h às 17h). Em 25 de dezembro e 1º de janeiro, das 11h às 17h (bilheteria das 11h ás 16h). Fechado nas segundas-feiras.

*Preços:

  • €14,00: Inteiro;
  • € 11;50: Reduzido – Menores de 6 a 14 anos, estudantes entre 15 e 25 anos, maiores de 65 anos, e portadores do Cartão Rolling Venice;
  • Grátis: Crianças menores de 5 anos.

*Localização: Santa Croce, nº 2076. Pìer do vaporetto: San Stae. Linha nº 1.

 

17 – Collezione Peggy Guggenheim

A Coleção Peggy Guggenheim é o museu mais importante da Itália para a arte européia da primeira metade do século XX.

Localizada dentro do Palazzo Venier dei Leoni, ao longo do Grande Canal, entre a Ponte Accademia e a Basílica de Santa Maria della Salute, foi criada pela herdeira americana Peggy Guggenheim (1898-1979), que adquiriu a maioria de suas obras entre 1938 e 1947, na Europa e em Nova York.

Inaugurado em 1980, o museu tem obras-primas do cubismo, futurismo, abstração européia, surrealismo e expressionismo abstrato americano, com obras de Picasso, Pollock, Kandinsky, Miró, Dali e muitos outros.

A Coleção Peggy Guggenheim é propriedade da Fundação Solomon R. Guggenheim, que também opera o Museu Solomon R. Guggenheim, em Nova York, e é um parceiro do País Basco na programação do Museu Guggenheim de Bilbao.

Por curiosidade, o museu serviu de set de filmagens, transformando-se em um restaurante no filme em “O Turista”, com Angelina Jolie e Johnny Depp.

*Horários:

O museu funciona todos os dias, das 10h às18h. Fechado às terças-feiras e 25 de dezembro. A bilheteria fecha às 17h30.

*Preços:

  • € 15,00: Inteiro;
  • € 13,00: Reduzido – idosos com mais de 65 anos, titulares de cartão de embarque para um voo da Alitalia de / para Veneza, até um máximo de 7 dias antes da visita ao museu;
  • € 9,00: Reduzido – estudantes até 26 anos, menores dos 10 aos 18 anos, portadores do Cartão Rolling Venice;
  • Grátis: Crianças até 10 anos;
  • € 7,00: Audioguia em italiano, inglês, francês, alemão e espanhol.

*Localização: Palazzo Venier dei Leoni, nº 701-704, Dorsoduro. Píers do vaporetto: Salute ou Accademia. Linhas nº 1 e 2.

 

 

18 – Ca’ Vendramin Calergi

Sede do Cassino de Veneza e do Museu Wagner

Ca’ Vendramin Calergi é uma das residências renascentistas mais importantes e suntuosas, com vista para o Grande Canal, que abriga um cassino, um restaurante, um lounge bar, salas de eventos e conferências.

Construído entre os séculos XV e XVI, o charme do edifício é reforçado pelo belo jardim, um dos poucos com uma vista e acesso direto à principal via navegável da cidade.

Criado pelo brilhante arquiteto Mauro Codussi, o edifício já foi moradia das famílias aristocráticas mais influentes de Veneza e até hoje, assim como o Cassino de Veneza, é a sede da representação da cidade.

Sem dúvida, um lugar a ser visitado e explorado.

  • Museu Wagner

Dentre os ilustres moradores do edifício está o compositor alemão Richard Wagner, que viveu aqui até sua morte, em 13 de fevereiro de 1883. Hoje, alguns quartos de seu apartamento são usados ​​como um museu, aberto ao público em memória do músico e seu amor pela cidade de Veneza.

*Horário:

O Ca’ Vendramin Calergi está aberto ao público, todos os dias do ano, exceto nos dias 24 e 25 de dezembro. O Cassino de Veneza, aberto apenas aos adultos, abre ao público às 11h (slot) e às 16h (meses de jogo).

Existe um “dress code” a ser respeitado para visitar o local. Trajes informais são admitidos, exceto roupas de praia e ginástica, bem como shorts para os homens são vedados.  

*Localização: No Grande Canal, em Cannaregio, nº 2040. Píer do vaporetto: San MarcuolaLinhas nº 1 e 2.

O Cassino de Veneza também oferece transporte aquático grátis, partindo da Piazzale Roma (de domingo a quinta a cada 20 minutos, sexta e sábado a cada 10 minutos).

 

19- Casanova Museum & Experience

O primeiro museu do mundo dedicado a um dos personagens mais célebres de Veneza: Giacomo Casanova, nascido em 1725, dotado de uma inteligência e conversação incomuns, tornou-se um dos viajantes mais famosos que cruzaram as fronteiras e a história de todo o velho continente em meados do século XVIII.

Graças a sua autobiografia, “Storia della mia vita”(História da minha vida), é possível recriar suas viagens, suas aventuras e seus inúmeros encontros. Através de suas andanças de cidade em cidade por toda a Europa, Giacomo conta não só a história e os costumes da Europa no final do século XVIII, mas até os segredos mais íntimos da nobreza ocidental.

Movendo-se pelas salas do Palazzo Papafava, um típico palácio gótico do século XIV, você desfrutará de uma experiência em primeira mão das atmosferas, sons, cenários e fantasias que testemunharam os eventos relacionados à Casanova e ao seu tempo.

A exposição oferece experiências virtuais e ambientes imersivos, distribuída em 6 áreas que revelam ao público o jovem Casanova e sua família de atores, suas viagens, de estudo e de prazer, seu lado poeta e escritor sofisticado, sua atuação como diplomata e astuto agente secreto, suas aventuras com mulheres, amor e a moda do século XVIII.

*Horários:

Aberto todos os dias, das 10h às 20h (a bilheteira fecha às 19h15).

*Preços:

  • € 13,00: Adulto;
  • € 9,00: Estudantes até 26 anos e pessoas com mais de 65 anos;
  • € 7;00: Crianças entre 5 e12 anos.

*Localização: Palácio Pesaro Papafava, Calle de la Racheta n. 3764, Cannaregio. Pìers do vaporetto: Ca ‘D’Oroe Madonna dell’Orto– linhas nº 1, 4.2 e 5.2.

 

 

20- Teatro La Fenice

O Teatro La Fenice, um dos maiores da Itália, foi construído por Antonio Selva em 1790, no coração de Veneza, e inaugurado com uma obra de Giovanni Paisiello, “Os Jogos de Agrigento”.

Infelizmente, sua história não é só de glória. O edifício foi quase completamente destruído por duas vezes. O primeiro incêndio ocorreu em 1836 e o segundo, em janeiro de 1996. Em amba sas vezes, o edifício foi reconstruído idêntico ao prédio original.

Ainda hoje, o teatro representa o glamour das grandes apresentações artísticas do país, sendo possível ver não só apresentações de balé e dança, mas também orquestras sinfônicas e óperas famosas, como La Traviata.

Se você está visitando Veneza, o Teatro La Fenice é definitivamente uma parada imperdível.

*Horários:

Aberto todos os dias, das 9h30 às 18h.

Acesso para deficientes:

O teatro é acessível através de um elevador, localizado no térreo, pela Calle de La Fenice. Recomenda-se ligar antes para o teatro e solicitar acompanhamento no ingresso.

*Preços:

  • Visitas:
  • € 9,00: Adultos
  • € 6,50: Estudantes e pessoas com mais de 65 anos;
  • Grátis: Crianças até 6 anos.
  • Apresentações e óperas:
  • Consulte o site para o calendário, valores e compra de bilhetes.

*Localização: Campo San Fantin, San Marco. Píers do vaporetto: Rialto, Sant’Angelo, San Samuele ouSan Marco– linhas nº 1 e 2.

 

O que Fazer em Veneza – Principais Igrejas de Veneza

1 – Basílica de São Marcos

A Basílica de São Marcos (San Marco) é o templo mais importante de Veneza. Está localizado na Piazza San Marco, que sempre foi o centro da vida pública e religiosa de Serenissima.

A atual basílica, com cinco cúpulas, em 1807 tornou-se a catedral da cidade. Tem mais de 4.000 metros quadrados de mosaicos, alguns do século XIII e 500 colunas do século III.

Mesmo o chão da Basílica de São Marcos merece um olhar cuidadoso (mesmo se muito arruinado e coberto de tapetes), pois também feito em mosaico de mármore colorido, formando variados desenhos do século XVII.

Sob o altar, apoiado por quatro colunas de alabastro e mármore, repousa o corpo de San Marco.

  • O Museu e os Cavalos de São Marcos:

O museu da Basílica de São Marcos é a visita mais importante. Lá, você pode observar de perto os telhados e mosaicos da catedral e as esculturas originais dos Cavalos de São Marcos.

Estes quatro cavalos de bronze, banhados em ouro, estavam no Hipódromo de Constantinopla e foram adquiridos por Veneza na quarta cruzada.

As cópias desses cavalos ocupam a Loggia dei Cavalli(a varanda com vista para a Piazza San Marco).

  • O Pala d’Oro:

Grande obra do trabalho de ourives bizantinos em prata dourada e pedras preciosas.

  • O Tesouro:

É o tesouro bizantino de ouro e prata, o fruto do saque de Constantinopla. A imagem mais reverenciada é, sem dúvida, a Madonna Nicopeia.

Regras de acesso:

A Basílica de San Marco não permite a entrada com roupas inapropriadas (camisetas regatas e manga curta) e com mochilas. Para quem estiver com malas, deve deixá-las no guarda-volumes do Ateneo San Basso(Calle San Basso – Piazzetta dei Leoncini – em frente à Porta dei Fiori), no lado esquerdo da basílica.

*Horários:

  • Basílica: Todos os dias, das 9h30 às 17h (último acesso 16h45). Domingo: das 14h às 16h30. Até às 17h de 16 de abril a 28 de outubro (último acesso 16h15; último acesso bilhete “fura linha” às16h);
  • Museu de São Marcos: Todos os dias, das 9h45 às 16h45;
  • Pala d’Oroe o Tesouro: Todos os dias, das 9h45 às 16h45, nos feriados, das 14h00 às 16h30;

Atenção: o terraço da Basílica de São Marcos só pode ser visitado através da compra de um bilhete do Museu, portanto, o acesso é permitido apenas durante o horário de funcionamento do próprio museu.

Bilhete “fura fila” para a Basílica:

É possível ter acesso privilegiado à Basílica, evitando-se a fila. As reservas devem ser feitas exclusivamente on-line, no site www.venetoinside.com, ao custo de € 3,00 por pessoa e é gratuito para crianças dos 0 aos 5 anos.

O serviço está disponível 7 meses por ano (de 1 de abril a 2 de novembro) e reservas on-line podem ser feitas até 10 minutos antes da hora escolhida para a visita.

*Preços:

  • Grátis: Basílica de São Marcos;
  • € 5,00: Museu;
  • € 2,00: Pala d’Oro;
  • € 3,00: Tesouro.

*Localização: Piazza di San Marco, nº 328, centro histórico de Veneza. Píer do vaporetto: San Zaccaria ouSan Marco. Linhas nº 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN.

 

2 – Basilica di Santi Giovanni e Paolo 

A Basílica dos Santos João e Paulo é a maior igreja de Veneza, superando, em tamanho, a Basílica de Santa Maria Gloriosa dei Frari.

Internamente, estão os túmulos dos 27 Doges de Veneza. Dentre os mais conhecidos, estão ostúmulos de Alvise Mocenigo e Pietro Mocenigo, marcados por grandes lápides com uma escultura.

Entre as obras mais importantes da basílica, há pinturas de artistas como Giovanni Bellini, Paolo Veronese e Giovanni Battista Piazzetta.

Já no exterior, na mesma praça da Basílica, há dois outros pontos de interesse: a estátua de Bartolomeo Colleoni (de Verrocchio) e a Scuola Grande di San Marco, um edifício com uma espetacular fachada renascentista, que atualmente abriga um hospital.

*Horário:

Aberta de segunda a sábado das 07h30 às 19h, domingo das 09h às 18h e feriados das 12h às 18h.

*Preços:

  • € 3,50: Adultos;
  • € 1,50: Estudantes e crianças até 12 anos.

*Localização: Castelo, nº 6363. Píer do vaporetto: Ospedale. Linhas nº 41, 42, 51 e 52. Outra opçõa, é o píerRialto, linhas nº 1 e 82.

 

3 – Basílica de Santa Maria della Salute

A Basílica de Santa Maria della Salute(ou Santa Maria da Saúde) é um dos edifícios religiosos mais importantes de Veneza. Sua cúpula aparece em quase todos os cartões postais e nas imagens mais famosas de Veneza.

O interior da Basílica de Santa Maria da Saúde tem um plano octogonal com pequenas capelas em cada um dos seus lados. A decoração do seu interior é sóbria, e contém várias obras-primas de dos artistas Tiziano e Tintoretto.

A pintura mais importante de Santa Maria della Salute é conservada dentro de sua Sacristia: o “Casamento de Caná”, de Tintoretto.

  • Festa da Madonna della Salute

Em 21 de novembro, um dos festivais mais importantes de Veneza é celebrado em torno da basílica. Através de uma ponte especialmente instalada, os fiéis chegam à Basílica para homenagear a santa.

*Horário:

De segunda a domingo, das 09h30 às 12h e das 15h às 17h30.

*Preços:

O acesso é livre à Basílica. Bilhete de entrada para a Sacristia:

  • € 4,00: Adultos;
  • € 2,00: Estudantes e pessoas acima de 65 anos;
  • Grátis: Crianças menores de 10 anos de idade.

*Localização: Campo della salute, Dorsoduro. Píer do vaporetto:Salute. Linha nº 1.

 

4- Abadia de San Giorgio Maggiore

A Abadia de San Giorgio Maggiore é uma das igrejas mais fotografadas de Veneza, construída em 1576. Da Piazza San Marco a sua presença, com as gôndolas em primeiro plano, é realmente impressionante.

Dentro da San Giorgio Maggiore, por trás de uma fachada de mármore brilhante, há um extraordinário interior que transmite uma sensação de grandeza espacial. Nos três andares da igreja você pode ver várias pinturas de Tintoretto, como “A Última Ceia”, “A Colecção do Maná” e a “Deposição” e a “Virgem com o Menino e os Santos” (1708), de Sebastiano Ricci.

Para completar o passeio, sugerimos que você vá até a torre do sino de San Giorgio Maggiore. É quase tão alto quanto o Campanile de San Marco, a diferença é se chega ao topo de elevador.

*Horários:

A Abadia está aberta todos os dias, das 09h às 19h, de abril a outubro, e das das 8h30 às 18h, de novembro a março.

*Preços:

Entrada grátis na igreja. Para subir na torre do sino:

  • € 6,00: Adultos;
  • € 4,00: Estudantes com menos de 26 anos, maiores de 65 anos e grupos com mais de 30 pessoas.

*Localização: Ilha de San Giorgio Maggiore. Píer do vapporeto: San Giorgio– linhas nº 2 e N.

 

5- Basilica di Santa Maria Gloriosa dei Frari

A Basílica de Santa Maria Gloriosa dei Frari é um dos maiores edifícios religiosos de Veneza, superada em tamanho apenas pela Basílica dei Santi Giovanni e Paolo.

O que primeiro chama a atenção na Basílica é a imagem da Assunção, do pintor Ticiano, localizada no altar principal: imersa nos tons de ouro e vermelho, a Virgem Maria ascende a Deus.

Outros pontos de interesse são os mausoléus de Antonio Canova e Tiziano. A tumba de Canova (no corredor esquerdo perto da entrada principal) surpreende com sua forma piramidal, suas dimensões e suas esculturas.

Sem dúvida, a Basílica de Santa Maria Gloriosa dei Frari é uma das mais belas igrejas de Veneza. Sua arquitetura e as obras-primas bem preservadas fazem dela uma visita essencial em uma viagem à Sereníssima.

*Horários:

Todos os dias, das 9h às 18h, e aos domingos, das 13h às 18h.

*Preços:

  • € 3,00: Adultos;
  • € 1,50: Estudantes até 29 anos;
  • Grátis: Crianças até 11 anos e pessoas com deficiência e acompanhantes;
  • € 2,00: Audioguias em 6 idiomas: italiano, inglês, francês, alemão, espanhol e russo.

*Localização: Campo dei Frari, San Polo. Píer do vaporetto: S. Tomá– linhas nº 1, 2 e N.

 

O que Fazer em Veneza -Ilhas em Veneza

1- Murano

Murano é a maior ilha da lagoa de Veneza, com uma população de 30.000 habitantes e está localizada a 1,5 Km ao norte. A ilha é famosa em todo o mundo pela produção de vidro especial, que leva o seu nome.

Murano também é conhecida porque aqui há uma das mais antigas igrejas da lagoa: a Basílica de Santa Maria e San Donato.

Fábricas e lojas:

O vidro é a principal atividade econômica da ilha e, portanto, em suas ruas existem muitas lfábricas e lojas, que permitem ao público de ver como o vidro é feito. Mas, como você pode imaginar, depois da demonstração é uma “obrigação” percorrer toda a loja.

Museu do vidro:

No Museu do Vidro de Murano é posível contemplar mais de 4.000 itens, incluindo artefatos fenícios, cálices, espelhos e lentes caleidoscópicas. A peça mais importante do museu é um lustre de 330 kg.

Dica: Murano está localizado perto de Veneza, mas não é tão original como Torcello e tão bonita como Burano. Assim, aconselhamos, visitá-la em um passeio conjunto com as várias ilhas da Lagoa.

Como chegar a Murano:

Basta utilizar as linhas nº 41, 42, DM e LN do vaporetto.

 

2- Burano

Burano é uma das ilhas do arquipélago da Lagoa de Veneza. Está localizada a 7 km ao norte, perto da ilha Torcello, e é famosa por sua produção de rendas.

A ilha, com mais de 4.000 habitantes, possui um campanário inclinado, que pode ser visto à distância.

Do ponto de vista turístico, Burano é famosa por suas casas coloridas. Os habitantes são obrigados a pintar frequentemente as fachadas das suas casas. Uma lenda conta que as fachadas são coloridas porque os marinheiros do lugar as pintavam para reconhecê-las nos dias de neblina.

Dica: Por ser uma ilha muito pequena, são necessárias poucas horaspara visitá-la. Se você quiser aproveitar ao máximo a viagem, saindo de Burano você pode pegar uma balsa para Torcello, que leva apenas 5 minutos para chegar.

Como chegar a Burano:

Peque a linha “LN” do vaporetto, no píer Fondamenta Nuoveou San Zaccaria, em Veneza. O trajeto dura, aproximadamente, 45 minutos.

 

3- Torcello

A ilha de Torcello, localizada ao norte de Burano, já foi a ilha mais populosa da República de Veneza, com mais de 20.000 habitantes, até que as invasões dos lombardos e dos hunos obrigaram a população do continente a se refugiar na ilha.

Manteve sua hegemonia política por cerca de mil anos, mas um contágio da malária dizimou a população e o poder mudou-se para Veneza-continente.

A chegada a Torcello faz lembrar da cena inicial da segunda parte do filme “O Poderoso Chefão”, por sua paisagem um pouco rural. Andar a pé por Torcello é como dar um mergulho no passado!

Uma parada obrigatória em Torcello é o trono de Átila, localizado na praça principal da ilha. Uma lenda popular diz que esta cadeira de mármore era o trono do rei dos hunos.

  • Basílica de Santa Maria dell’Assunta:

A Basílica de Santa Maria dell’Assunta, fundada em 639, é o edifício mais antigo da lagoa. Aqui você pode contemplar o maravilhoso mosaico bizantino dos séculos XII-XIII e o pórtico do século IX.

Se você quiser desfrutar de excelentes vistas da lagoa e tirar algumas fotos, sugerimos que você vá ao topo da torre do sino.

Como chegar a Torcello:

Use a mesma linha que vai a Burano: linha “LN” do vaporetto, saindo de Fondamenta Nuoveou de San Zaccaria. Demora cerca de 50 minutos (5 minutos saindo de Burano).

Dica: Torcello está localizado a 5 minutos de Burano e, portanto, você não pode ir a uma sem visitar a outra. Recomenda-se passar uma manhã visitando ambas as ilhas.

 

O que Fazer em Veneza – Melhores Praias em Veneza

1- Lido

Com mais de 12 quilômetros de praia, o Lido não é apenas o local do Festival de Cinema de Veneza, mas também um dos principais destinos de verão na Itália. Está localizado a leste de Veneza, a 10 minutos de vaporetto.

No início do século XX, o Lido era um destino da moda na Europa e sua praia era frequentada por artistas e escritores. Hoje, no entanto, é uma praia padronizada, mas que complementa perfeitamente uma viagem de verão em Veneza (a alta temporada é de julho a setembro), com modernas casas, hotéis, estradas, carros e ônibus.

Suas praias são muito bonitas e o mar é bastante calmo, graças à proteção das duas barragens, St. Nicholas e Alberoni, além das numerosas barragens existentes.

Praias privadas:

A principal característica das praias do Lido é a cabana: a grande cabine com varanda e uma tenda. Os estabelecimentos balneares são muitos e todos eles alugam equipamentos diversos, como cabana, mini cabana, cadeiras de praia, guarda-chuva e assim por diante, para diferentes períodos (dia / semana / mês ou estação inteira).

Praias livres:

O Lido também oferece áreas de praia gratuitas, como as dunas de areia de San Nicolò e Alberoni, as rochas Murazzi e a praia de Bluemoon, estrategicamente próxima ao píer do vaporetto Santa Maria Elisabetta, mas muitas vezes cheia de turistas por oferecer chuveiros e banheiros gratuitos.

A praia Alberoni é um oásis protegido pela WWF, que impressiona pela sua amplitude e pela sua natureza semi-selvagem, habitat ideal para várias aves marinhas raras.

Como chegar ao Lido de Veneza:

O píer do vaporetto se chama Santa Maria Elisabetta. Para chegar lá, use as linhas nº 1, 2, 11, 5.1.5.2, 62, N e LN.

Para se mover no Lido, na frente do píer, estão disponíveis as linhas de ônibus A, B e C, chamadas “Giralido”, além de táxis.

 

O que Fazer em Veneza- Vida Noturna em Veneza

As noites venezianas são mais conhecidas pelos bares e pubs do que pelas discotecas. Os locais mais movimentados estão concentrados principalmente no bairro de Dorsoduro, na área de Campo Santa Margherita. Se você está procurando a verdadeira vida noturna de Veneza, este é o lugar. Aqui você vai encontrar bares, clubes e restaurantes para se divertir (ou por que não passar uma noite romântica).

Quem gosta de cerveja não pode perder o pub Il Santo Bevitore (Cannaregio, nº 2393/A), a poucos minutos da estação de trem Santa Lucia, onde as cervejas são de grande qualidade e muitas vezes há música ao vivo.

Também há outras opções excelentes, como o Irish Pub (Cannaregio, nº 3487), em perfeito estilo irlandês e uma variedade de excelentes cervejas, e o Devil’s Forest Pub (Calle Stagneri, nº 5185), para uma noite em estilo pub inglês.

Para os amantes de jazz, não perca o Venice Jazz Club, perto de Campo di Santa Margherita (Dorsoduro, nº 3102 – Ponte dei Pugni), um lugar interessante com shows ao vivo, coquetéis e bons vinhos. Já o histórico Bacaro Jazz (San Marco, nº 5546), localizado entre a Ponte Rialto e a Piazza San Marco, é um dos pontos preferidos dos venezianos.

Se você prefere virar a noite num nightclub, não deixe de ir no Aurora Beach Club (Lungomare D’Annunzio, nº 20/a, Lido), que oferece uma ótima opção para se divertir na primavera e no verão. Em Mestre, o TAG Club (Via Giustizia, nº 19) atrai uma clientela jovem e animada e oferece noites de música eletrônica alternando com festas temáticas.

No centro histórico de Veneza, quando o tempo permite, a Piazza San Marco se enche de vida e passear pelos seus famosos cafés e bares é algo inestimável!

Um dos exemplos é o Caffè Florian, fundado em 1720, que vem oferecendo música ao vivo por mais de 100 anos.

 

O que Fazer em Veneza – Onde fazer compras em Veneza

Em Veneza é possível comprar desde souvenirs típicos venezianos até produtos da alta moda

As compras de alta costura estão concentradas na Via XXII Marzo e nas ruas próximas, como a Calle Larga, Calle Vallaresso e a Mercerie Orologio, próximos à Piazza San Marco, com lojas de grife como Gucci, Louis Vuitton Prada, Valentino, Tiffany & Co, Etro e Chanel.

Veneza é um dos principais centros da Itália e do mundo para os artefatos de vidro de Murano. O design de cristais, vasos e objetos decorativos é único no mundo. Muitos recomendam comprar os produtos de vidro em Murano, mas sinceramente não há diferença significativa nos objetos e nos preços, em comparação com os de Veneza.

Mas nada é mais representativo do que as máscaras do Carnaval de Veneza. A loja Mondo Novo (Canal Rio Terrà, perto de Campo Santa Margherita) é o melhor lugar para comprar máscaras tradicionais do carnaval veneziano. Até Stanley Kubrik comprou as máscaras para o filme “Eyes Wide Shut” aqui.

E para os mais ousados e com dinheiro sobrando, Veneza tem ótimas lojas de fantasias de carnaval, com trajes originais.

Os venezianos também estão entre aqueles que amam sorvete na Itália. A Marchin (Calle Spadaria) é o lugar para encontrar doces venezianos típicos. Lembre-se também de pedir uma caixa de geléias e gomas de vinho.


E é isso pessoal, um roteiro completo para vocês com dicas de o que fazer em Veneza! Faltou alguma coisa na lista? Deixe aqui nos comentários qual o seu lugar preferido de Veneza.

 

Dicas para Economizar em Sua Viagem:

Procurando sua Passagem? Não deixe de ficar de olho em nosso site para receber as melhores promoções de passagens, se preferir você pode fazer sua pesquisa personalizada

Baixe nosso applicativo para receber todas as dicas e promoções em seu celular em tempo real, esta disponível gratuitamente da App Store e Play Store:


Melhor Chip de Internet Internacional em mais de 210 países:

Fique conectado em toda sua viagem com o chip de internet ilimitada da Easysim4u. Você compra e recebe o seu chip no Brasil e já chega no seu destino conectado. Ele funciona em mais de 210 países e você pode manter seu número de WhatsApp. Nossos seguidores tem 15% de Desconto em todos os planos utilizando nosso link

CLIQUE AQUI E GARANTA SEU CHIP COM DESCONTO


Melhor Lugar para Fazer seu Seguro Viagem

Ainda não tem Seguro Viagem? Faça sua cotação na SegurosPromo! Ela faz a comparação em várias seguradoras e com certeza você irá encontrar o melhor valor. Além disso, nossos seguidores ainda tem até 15% de Desconto em todos os planos O Pagamento é feito no cartão de crédito ou boleto.

CLIQUE AQUI E GARANTA SEU SEGURO VIAGEM COM DESCONTO


Melhor Lugar para Reservar seu Hotel

Quer reservar seu hotel com um preço bom e ainda ganhar desconto? Vamos deixar logo abaixo duas excelentes opções para você garantir seu hotel com melhor preço:

  • Hotéis.com: Sempre reservamos nossos hotéis através desse site, preço excelentes, várias opções e o melhor de tudo, eles possuem um programa de fidelidade que a cada 10 diárias hospedadas você ganha uma! Vale muito a pena!

CLIQUE AQUI E GARANTA SEU HOTEL NO HOTEIS.COM

  • Booking.com: Uma outra opção excelente para você reservar seu hotel que vale muito a pena conferir os preços oferecidos pelo Booking!

CLIQUE AQUI E GARANTA SEU HOTEL NO BOOKING.COM

 


Aluguel de Carro com Desconto

Confira as melhores opções de aluguel de carro para sua viagem:

  • Rentcars – Uma excelente empresa para você fazer a cotação do seu aluguel de carro, eles pesquisam em várias locadoras ao mesmo tempo, pagamentos em até 12x no cartão, sem a cobrança do IOF ou no boleto bancário com 5% de desconto, encontrando sempre o menor preço!

CLIQUE AQUI E RESERVE SEU CARRO COM MELHOR PREÇO

  • Alamo – Que tal alugar carro pela Alamo nos Estados Unidos com o Melhor Preço? Confira o post que fizemos em nosso site de onde alugar o carro pela Alamo com o melhor preço e ainda estar incluso os principais seguros e motorista adicional gratuito.

CLIQUE AQUI E RESERVE SEU CARRO NA ALAMO

  • Sixt – Uma excelente empresa para alugar carro para quem esta vindo para os Estados Unidos. Conseguimos uma oferta para nossos seguidores de até 35% de Desconto no aluguel de carro na Sixt:

CLIQUE AQUI E RESERVE SEU CARRO NA SIXT

 


Ingresso para Museus, Atrações, Tours e muito mais com Desconto

Ainda não comprou seus ingressos? Aproveite e compre tudo antecipadamente e evite longas filas. A TicketBar é uma empresa que vende ingressos para mais de 50 cidades espalhadas pelo mundo! Aproveite e Garanta seus ingressos com melhor preço

CLIQUE AQUI E GARANTA SEUS INGRESSOS


Ingresso para Shows, Jogos e teatros com Desconto

Ainda não comprou seus ingressos? Aproveite e compre tudo antecipadamente e evite longas filas. A TicketNetWork é uma empresa que esta ha vários anos no mercado e vende ingressos para vários Shows, Concertos, Eventos, Festivais, Jogos, Broadway e Teatros para várias cidades dos Estados Unidos!Aproveite e Garanta seus ingressos com melhor preço

CLIQUE AQUI E GARANTA SEU INGRESSO


Passagens de Trem na Europa com o Melhor Preço

Ainda não comprou seus bilhetes de Trem? Evite deixar para a última hora e compre tudo antecipadamente e evite pagar mais caro ou não ter disponibilidade!  RailEurope é uma excelente empresa com valores realmente excelentes! Aproveite e garanta hoje mesmo seu bilhete com desconto

CLIQUE AQUI E GARANTA SEU BILHETE

 

 

Deixe um Comentário