Deserto do AtacamaTudo o que você precisa saber para planejar uma viagem incrível para o Deserto do Atacama

Dicas do  Deserto do Atacama – Possui uma topografia única no mundo. Além disso, o seu céu claro e cheio de estrelas atrai milhares de turistas todo ano, em busca de um destino diferente de qualquer outro. Alguns diriam que estar nesse deserto é como estar em outro planeta, como em Marte.

Com aproximadamente 63.400 km, esse deserto gigante está localizado no norte do Chile, e é um dos locais com as paisagens mais pitorescas da América. Paisagens incríveis esperam os turistas que visitam esse local, que com certeza é diferente de tudo o que você já viu antes.

FIQUE CONECTADO NO CHILE – CHIP DE INTERNET NO CHILE:

Quer ter internet durante toda a sua viagem, manter seu número de WhatsApp, sair com o Chip do Brasil e ainda ter 15% de desconto? É simples! Compre seu Chip com nosso parceiro EASYSIM4U e receba o chip em sua casa! Internet em até 140 países: Basta acessar o site EASYSIM4U CLIQUE AQUI e utilizar o cupom de Desconto de 15% : VBPM15 O desconto é válido para todos os planos, mas só irá funcionar se você clicar no link acima . Ou para maiores informações sobre o chip da EASYSIM4U  CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS 


Como é o clima no Deserto do Atacama: se preparando para enfrente o deserto

Uma coisa é superimportante de ser destacada logo no início para ajudar no planejamento de quem deseja conhecer o Deserto do Atacama: lá é super seco.

Na verdade, super seco não começa nem a descrever a verdade, pois este é simplesmente o Deserto mais seco do mundo. Sério, lá nunca chove. Existem regiões que nunca viram uma gotinha de água, e outras que estão secas há mais de 40 anos!

As suas áreas mais costais, no entanto, recebem uma neblina que vem das correntes marítimas do litoral, que consegue penetrar cerca de 50 km no continente, fazendo com que as partes mais externas do deserto recebam alguma “água”, nem que seja na forma de neblina. O que não é seu ponto forte, no entanto, é a agricultura, que é impossível em suas porções mais centrais. 

Apesar da falta de umidade, o deserto não é tão quente assim. Isso se dá principalmente devido à sua altitude, estando ele elevado em média 2000 metros acima do nível do mar. As partes ainda mais elevadas recebem um pouco de chuva, e as vezes de neve, e uma coisa incrível acontece no inverno: os vulcões ao leste do deserto recebem neve!

As noites no deserto podem ser bem frias, com temperaturas negativas, principalmente no inverno. Apesar do frio, as noites do inverno são perfeitas para observar o céu e as estrelas.

O clima do deserto dá uma boa idéia do que precisamos levar para a viagem: tudo! Isso porque, de dia, você enfrentará temperaturas elevadas, e se for no verão, o sol fica bem forte. Portanto, protetor solar e roupas leves para o dia. 

À noite, porém, o frio vem, e os casacos são indispensáveis.

Junto com tudo isso, você precisará de muita água, e uma garrafa a tira colo é essencial, pois sendo frio ou calor, o deserto continua seco, seco. Além disso, a falta de umidade no ar resseca demais a pela, principalmente em região mais expostas. Logo, hidratante pala a pele e para os lábios também são itens essenciais nessa viagem.

O clima é seco durante o ano todo, portanto, isso não muda na escolha da época da viagem. No entanto, aconselhamos evitar o calor extremo do alto verão, e também a evitar as épocas mais movimentadas do deserto. Prefira visitar o local entre Abril e Dezembro, evitando assim a pior época, que vai de Janeiro a Março.


Como chegar ao Deserto do Atacama

A rota mais usada por quem visita esse local é entrar no deserto através da cidade de San Pedro de Atacama, que fica bem no meio do deserto, e próxima de muitos dos seus pontos mais famosos e interessantes de visitar. Partindo dessa cidade existem inúmeras opções de passeios, excursões e tours guiados para as atrações mais próximas.

Chegando ao aeroporto de El Loa, em Calama, no Chile, você está a cerca de 100 km de San Pedro. Dali é fácil pegar um ônibus para a cidade, com opções diárias de viagem ou também alugar um carro. Também é possível ir de Santiago, mas a viagem dê ônibus ou carro leva cerca de 20 horas.

Vamos começar então contando um pouco da cidade, que por si só já vale a viagem, pois é cheia de encantos, atrações e de cultura.

ALUGUEL DE CARRO NO CHILE:

Quer alugar um carro no CHILE? É bem simples! Reserve seu carro na Rentcars – CLIQUE AQUI !!!  Eles comparam em mais de 100 locadoras de veículos, encontrando sempre o menor preço! Pagamentos em até 12x no cartão, sem a cobrança do IOF ou no boleto bancário com 5% de desconto . Para maiores informações, CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS


Um pouco sobre San Pedro de Atacama: o coração do Deserto do Atacama

San Pedro é um Oasis no meio do deserto. Tudo bem, um oásis pequeno e empoeirado, mas ainda assim um oásis.

Como a cidade é pequena e os locais são de fácil acesso e próximos uns dos outros, a bicicleta é um meio de locomoção comum no local. Muitos hotéis emprestam as bikes para os turistas, logo, meio de transporte é algo com que não precisamos nos preocupar ao visitar San Pedro.

Ao chegar em San Pedro de avião, enxergamos um ponto verde no meio do deserto – essa é a cidade. Muito diferente do que esperamos no meio do deserto, a cidade é cheia de bons hotéis e restaurantes.

E para fazer jus à fama de oásis no meio do deserto, em meio às planícies de sal, existem lagoas repletas de vida, com diferentes espécies de pássaros, adicionando cor à paisagem de montanhas de sal e dunas de areia.

Para completar toda a complexidade da paisagem do local, temos a cordilheira dos Andes que se aprumar acima da cidade, acrescentando ainda mais uma camada de cor e temperatura à variedade existente em San Pedro.

San Pedro é a principal cidade turística do Deserto do Atacama, e a grande maioria dos turistas se hospeda nela para conhecer as maravilhas do deserto. No entanto, na cidade mesmo existem apenas duas atrações turísticas: O Museu Arqueológico R. P. Gustavo La Paige e a Igreja de San Pedro. Existem, no entanto, diversas outras atrações espalahas pelo deserto, que você não vai querer perder de jeito nenhum.

SEGURO VIAGEM: 
Ainda não tem Seguro Viagem? Faça sua cotação na SegurosPromo! Ela faz a comparação em várias seguradoras e com certeza você irá encontrar o melhor valor. Além disso, nossos seguidores ainda tem 5% de Desconto na hora de pagar, só utilizar o código VBPM5. Para garantir o seguro viagem com o melhor preço CLIQUE AQUI !O Pagamento é feito no cartão de crédito ou boleto (Se escolher no boleto ainda ganha mais 5% de desconto). Ou para maiores informações sobre o seguro CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS.


O que fazer no Deserto do Atacama

Na cidade de San Pedro do Atacama, você não precisará do carro, pois tudo é pertinho e dá pra ir a pé ou de bicicleta. E para sair da cidade, então, piorou a situação. Existem apenas um ou duas estradas atravessando o deserto, e não é fácil se localizar na paisagem sem direções demarcadas.

Portanto, a única forma de ir até as atrações é com a ajuda de guias em passeios organizados. Caso você seja daqueles que não gosta de viajar ou passear em grandes grupos, existem guias que te levam individualmente ou em pequenos grupos. Você paga um pouco a mais por isso, mas pode fazer a viagem mais do seu jeito.

Mas fica a dica: sair por ai explorando o deserto sozinho não é indicado, pois entre a temperatura do local, a baixa umidade, e a altitude, esse é um lugar onde você não desejaria ficar perdido e sozinho. 

Portanto, escolha a segurança ao desbravar o Deserto do Atacama. A seguir faremos uma lista das atrações mais visitadas e famosas do local, para você colocar no seu roteiro e escolher os passeios de acordo o que deseja mais visitar.

  • El Tatio campo de Gêisers

Os mais de 80 gêisers presentes no local fazem com que ele seja o terceiro maor campo de gêisers do mundo. 

Um Gêiser é uma nascente de água que entra em erupção, tal como um vulcão, porém, ao invés de lava, sua erupção lança uma coluna de vapor e água quente pelos céus. São bem raros, pois exigem cercas características do solo e das águas abaixo do solo que são bem difíceis de encontrar. Estima-se que no mundo todo existam cerca de mil gêisers apenas.

A vista desse fenômeno é realmente única, ainda mais vendo 80 gêisers em erupção ao mesmo tempo. É de ficar maravilhado. E o melhor é que essa atração criada pela natureza fica à apenas 80 km da cidade de San Pedro.

  • Valle de La Luna

O Valle de La Luna é pertinho de San Pedro, a apenas 13 km da cidade. É considerado uma das vistas mais bonitas que o Deserto da Atacama proporciona ao visitante. O vale, que em português significa Vale da Lua, recebeu esse nome devido às formações de areia e pedra que tem o formato da Lua presentes no local.

Ao longo de anos, as esculturas naturais foram se formando pela ação do tempo, dos ventos e da água, chegando a um resultado que é até difícil de acreditar que foi criado ao acaso, sem nenhuma interferência humana. É de tirar o fôlego.

  • Salar de Atacama

Essa é a maior Salina do Chile, a apenas 54 km de distância de San Pedro. A vista da Salina, que é cimplesmente a terceira maior do mundo, é espetacular, abrangendo diversos vulcões enormes e a cordilheira dos Andes completando a paisagem.

  • Reserva Nacional Los Flamencos 

Essa reserva natural é simplesmente maravilhosa, incluindo diversas vistas maravilhosas do deserto, incluindo as lagoas de Miscanti, Miñiques, e Chaxas, bem como as salinas de Salar de Tara e Salar de Aguas Calientes.

A reserva possui esse nome devido aos charmosos habitantes das lagoas em seu interior, os flamingos rosas, que colorem a paisagem e dão vida ao local.

  • Salar de Uyuni, na Bolívia

Saindo um pouco do Chile, existem tour guiados que te levam para a Bolívia, para visitar a maior salina do mundo, e um dos pontos turísticos mais visitados da América do Sul. Partindo de San Pedro do Atacama, esses tours levam o dia todo, mas valem a pena, pois esse com certeza é um passieo que você jamais esquecerá.

  • Altiplanic Lagoons e Piedras Rojas

Essas duas atrações estão um pouco mais afastadas de San Pedro, mas tirando um dia você pode conhê-las. O conjunto de pedras avermelhadas chamado Piedras Rojas, localizado na Sala de Aguas Calientes, que oferecem uma experiência interessante através do contraste do vermelho das pedras, vindo da oxidação do ferro presente nas rochas, com o branco da salina.

As duas lagoas, Miscanti e Miñiques, são bem grandes e com vistas muito bonitas, e cercadas de lagoas menores que também podem ser visitadas. 

  • Observação de estrelas

Com um dos céus mais limpos do mundo a noite, o Deserto do Atacama é o lugar ideal para quem ama as estrelas e deseja ver com clareza seus mistérios. 

Algumas constelações são visíveis a olho nu, e apesar de essa ser uma atividade que pode ser realizada a qualquer momento, apenas olhando para o céu, existem diversos tours guiados que levam turistas para locais com vistas específicas, especialmente para apreciar o céu noturno.

  • Visita às cidades de Machuca e Toconao

Machuca fica na rota para o campo de Gêisers El Tatio, a cerca de 50km de San Pedro, e possui uma Igreja de adobe em uma colina limpa, que vale a pena o resgistro em foto. Já Toconao, a aproximadamente 37km de San Pedro, vale a visita pelos seus prédios inusitados, incluindo a Igreja local, feitos de rochas vulcânicas.

  • Outras atrações para quem gosta de aventura:

O Chile, especialmente na região do Deserto do Atacama, oferece diversas atividades para os turistas, Para quem não deseja parar nos pontos mais visitados, e espera algum tipo de aventura, outras opções de passeios incluem: trilhas em Torres Del Paine, considerada uma das trilhas mais bonitas da Patagonia, ou mesmo do mundo, com inúmeras belezas naturas pelo caminho; esqui em Nevados de Chillán, que é localizada na base de um vulcão ativo e possui a melhor reserva de esqui da Amércia do Sul, proporcionando ainda um relaxamento ao fim do dia com duas nascentes de água quente; rafting no Rio Bio Bio, segundo rio mais comprido e o mais turbulento, é propício para o rafting, e cercado por vulcões cobertos de neve; e andar a cavalo no Cânion de Maipo, repleto de cidades caubóis fantasma e pequenas fazendas, cenário perfeito para uma boa cavalgada.

Como pudemos ver, o Deserto do Atacama é muito mais do que areia e pedras, tendo muito a oferecer a turistas com os mais diversos gostos. Aposto que depois de ler esse texto, deu aquela vontade de fazer as malas e viajar, não é mesmo?

E se você já conhece o deserto do Atacama, conta pra gente o que achou nos comentários!

 

Confira também:

 

Deixe um Comentário